Bolonhesa da Marcella Hazan!

Molho Bolonhesa… ou o “molho de carninha moída”, como as crianças costumam dizer!
Aparentemente, nenhum mistério para fazê-lo, já que esse molho é presença constante na casa de tantos brasileiros…

Isso até eu topar com a receita dessa senhora italiana (já falecida) que imigrou para os Estados Unidos em 1955 e lançou 3 livros dedicados a culinária italiana. Ela começou a frequentar vários cursos de culinária naquela época, e foi pedido a ela que dividisse seus segredos da cozinha italiana. A partir daí, ela começou a dar aulas de cozinha italiana, e se tornou uma das autoridades sobre o assunto nos Estados Unidos!
Ok, mas qual o mistério? E por que fica tão bom? Ah, isso você vai ver aqui abaixo com a receita do Molho Bolonhesa da Marcella Hazan!

Ingredientes:

25 ml de azeite de oliva
30 g de manteiga
1 cebola média picada
2 talos de salsão picados
1 cenoura média
500 g de carne moída
250 ml de leite integral
Noz moscada
250 ml de vinho branco seco
1 lata de tomate pelado (400 g)
Pimenta do reino moída na hora e sal

Procedimento:

Em uma panela de fundo grosso, adicione o azeite de oliva e a manteiga. Em seguida, adicione a cebola em brunoise (cubinhos bem pequenos) e refogue até que esteja translúcida. Adicione a cenoura e talos de salsão em brunoise e refogue. Adicione a carne moída e tempere com um pouco de sal e pimenta. Refogue a carne soltando os grumos que se formarem com uma espátula ou garfo. Quando a carne secar, adicione o leite e cozinhe até que esteja quase cem por cento evaporado. Tempere com noz moscada e adicione o vinho branco, cozinhando até que tenha evaporado a maior parte. Adicione os tomates pelados e misture bem. Baixe o fogo e cozinhe lentamente em panela tampada, mexendo ocasionalmente, até que o molho esteja espesso e encorpado. Esse processo pode durar algumas horas. Prove e ajuste o sal, se necessário.

Façam e me contem como ficou!
Vale muito a pena!

Beijooooooo

Pão de Hambúrguer!

De nada serve você fazer o super, mega, blaster, hambúrguer, se você é refém de um pão mequetrefe! E isso é o que vai fazer uma grande diferença no resultado final de sua (e de seus clientes/convidados) experiência gastronômica com hambúrgueres!

Para fazer o pão de hambúrguer você não vai precisar de ingredientes mirabolantes, nem de grandes e complexos equipamentos. Vai precisar basicamente de suas mãozinhas sovadoras de pão!

Claaaaaaro, que nada impede de você usar tecnologias como aquela máquina de pão (função 8 – massas) que está encostada na sua cozinha há taaaanto tempo, batedeiras com gancho, etc…

Vamos lá! Para fazer o pão de hambúrguer, você vai precisar de:

Ingredientes
10 gramas de fermento instantâneo (1 pacotinho)
Aproximadamente ½ quilo de farinha de trigo
1 xícara (250ml) de leite morno
1 ovo
3 colheres de manteiga derretida
3 colheres de açúcar
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de azeite de oliva
1 clara levemente batida
1 colher de sopa de leite
Gergelim e gergelim preto para finalização.

Modo de Preparo
Aqueça seu forno 180C.
Usando papel toalha ou um guardanapo, unte uma forma com azeite de oliva.
Misture o leite, ovo levemente batido, o sal, açúcar e a manteiga derretida.
Adicione 1 xícara de farinha e mexa bem.
Adicione o fermento e incorpore mexendo lentamente.
Adicione o restante da farinha aos poucos reservando meia xícara. Eu faço isso porque a quantidade de farinha de trigo pode variar devido a umidade relativa do ar. Sim, isso pode acontecer.
Transfira a massa para uma superfície enfarinhada, e sove por aproximadamente 8 minutos, até atingir o ponto de véu*.
Forme as bolinhas de 70 gramas e acomode-as na forma deixando um bom espaço entre elas. Para fazer mini hambúrgueres, faça bolinhas de 40 gramas.
Cubra-as com um pano úmido e mantenha em lugar aquecido por aproximadamente 2 horas, ou até dobrar de tamanho. Com o frio de Curitiba, eu ligo o forno por 5 minutos, desligo, e deixo meus pãezinhos crescerem lá! Ou até mesmo no microondas fechado.
A seguir, bata levemente a clara com o leite e pincele os pães.
Polvilhe o gergelim ou sementes de papoula e leve os pães ao forno por aproximadamente 20 minutos.

* O ponto de véu é uma decorrência da elasticidade obtida pela produção de glúten após a sova. Ela pode ser esticada sem quebrar.

Espero que gostem! Fica muito bom!

Besosssss

Minha Versão de Tartiflette!

Fim de semana passado resolvi fazer a minha versão da famosa Tartiflette:
Um prato francês que tem como ingredientes batatas, bacon, cebolas e um queijo francês chamado Reblochon, um queijo feito com leite não fervido e que por isso, é banido em muitos países. Ele é feito na região dos Alpes Franceses, mais precisamente Savoy, onde foi originado essa delícia!
Claaaro que não tinha esse queijo, então usei o bom, velho, fedorento e MARAVILHOSO Camembert!
Esse prato descobri fuçando a Internet, e fiz algumas adaptações!
Vamos lá?

Continue reading…

Marmita – Espaguete com Cogumelos Paris e Presunto

Alguns de vocês vão concordar comigo, que, almoçar todos os dias em restaurantes cansa.
Com um pouco de criatividade, podemos dar um “up” em nosso almoço, com qualidade e sabendo a procedência.
E o mais interessante, o preparo não vai tomar mais do que 30 minutos!
Almoço é a pausa no nosso dia em que nos damos o prazer de uma boa refeição!
Então, mãos a obra!
Ah, se vocês verem o titulo no BLOG chamado MARMITA, tenha certeza de que é algo simples, rápido e que provavelmente vai lhe arrancar um “hummmmm” no seu almoço!

Ingredientes para 2 pessoas
Meio pacote de espaguete, de preferência italiano de “grano duro”
150 Gramas de presunto
Uma bandeja de cogumelos Paris, limpos, sem os talos e cortados ao meio *
1/3 de xícara de manteiga, ou azeite de oliva, ou meio a meio.
1 dente de alho picado finamente
2 colheres de sopa de uma mistura de salsinha + cebolinha + alho desidratados
Sal, de preferência marinho, ou Rosa do Himalaia (Sal de boa qualidade eleva seu prato a um outro nível!)
Queijo parmesão ralado para servir
Pimenta do Reino a gosto

Coloque a massa para cozinhar, seguindo as instruções do pacote. O meu espaguete foi 8 minutos.
Paralelamente, em uma panela ou frigideira grande, como a minha, derreta a manteiga (ou sua opção)
Refogue o alho, mas não o deixe dourar
Adicione o presunto de uma boa fritada nele
Em seguida, adicione a mistura de salsinha, cebolinha e alho e misture bem
Por último, os cogumelos!
Caso você sinta que ficou muito seco, adicione mais azeite de oliva ou manteiga
Os cogumelos absorvem muito líquido.
Refogue bem.
Misture a massa com 1/4 de xícara do liquido do cozimento.
Leve ao fogo novamente ate que a água tenha evaporado

No seu trabalho. aqueça no microondas e sirva com bastante queijo ralado (que você levou em um saquinho a parte)

* Limpe os cogumelos com um papel toalha, não lavando-os em água.

Pizza Artesanal em 30 Minutos (Ou menos)!


Para os que não viram o vídeo no youtube, vai a dica! É possível fazer pizza em casa, sem grandes destruições na cozinha e o melhor… em menos de 30 minutos. O segredo está na preparação da massa com antecedência e guardá-la no freezer.

Escolha um dia em que você está tranquilo e tem tempo para o preparo e fermentação da massa. Prepare uma receita da massa de pizza. Você tem ela completa aqui: http://blog.vavokrieck.com/o-que-seria-mundo-sem-pizza/

Separe a massa em pequenas bolas, do tamanho de (ou um pouco maiores do que) uma bola de tênis. Coloque-as em saquinhos bem fechados e leve-as ao freezer.

Para descongelar, tire os saquinhos do freezer e deixe-os na geladeira por 12 horas. Mas, se estiver com pressa, coloque-os em uma bacia ou tigela com água morna.

Abra a massa com um rolo, polvilhando um pouco de farinha ou semolina sobre a superfície. Em seguida, coloque a massa em uma forma, e monte a pizza de sua preferência!

Essa Margherita que vocês estão vendo passou por esse processo, e ficou pronta em menos de 30 minutos!

Para ver o vídeo completo com o passo a passo, acesse:

Pesto e Suas Variações!

Ontem, lendo uma revista, vi uma coisa muito interessante:
Uma receita clássica que pode variar muito sem perder sua essência, adequando-se ao gosto de cada pessoa! O Pesto!

Na verdade, quando falamos em “Pesto”, pensamos na receita básica, feita com manjericão e pinholi que encontramos na maioria dos restaurantes.

O que não percebemos, são as inúmeras combinações e variações que ele permite.

Essa revista trazia uma sequência da escolha dos ingredientes para fazer seu Pesto de sua maneira, de acordo com o seu paladar.

Você vai ver que não é tão difícil assim.

Para você fazer seu Pesto, siga a sequência!

Escolha o tipo de noz que você quer: Pinholis – Amêndoas – Nozes – Castanhas de Cajú – Noz Pecan – Avelãs – Pistaches. Após escolhido, coloque 1/2 xícara delas em uma frigideira em fogo brando até que estejam levemente tostadas. Espere esfriar coloque no processador/liquidificador.

Escolha a base de seu Pesto: Manjericão – Rúcula – Salsinha – Coentro – Agrião – Espinafre – Couve (essa é nova para mim!). Adicione pelo menos 3 xícaras ao processador/liquidificador.

Escolha o tempero (até 3): Alho picado – Casca de Limão Siciliano Ralada – Pimenta Calabresa – Orégano Fresco Picado – Tomilho – Alecrim picado. Adicione de 1/2 a uma colher de sopa do tempero ao processador/liquidificador, com mais 1/2 colher de chá de sal. Pulse até obter uma pasta.

Escolha um queijo: Parmesão – Grana Padano – Pecorino – Ricota Defumada – Calcar. Adicione 1/2 xícara desse queijo ralado ao processador/liquidificador e pulse até todos os ingredientes estarem incorporados.

Com o processador/liquidificador ligado, adicione 1/2 xícara de azeite de oliva extra virgem, ou um pouco mais, até obter a consistência desejada.

Para finalizar, temos uma gama de ingredientes que podem ser adicionados ao Pesto: Queijo Marcarpone – Tomates Secos Picados – Azeitonas Picadas – Pimentôes Assados – Ricota Temperada.Transfira o Pesto para uma tigela pequena, e adicione de 1/4 a 1/2 xícara de qualquer um desses ingredientes.

Viu como é fácil? Desmistificamos o Pesto!
Ele pode ser usado em massas, frango, camarão, bruschettas e uma infinidade de pratos.

Agora é testar e ver como fica!

Ah, essa quantidade de Pesto, dá suficiente para um pacote de 500 gramas de massa.

Depois me contem como fizeram e como ficou!

Abração e até a próxima!