Pizza Artesanal em 30 Minutos (Ou menos)!


Para os que não viram o vídeo no youtube, vai a dica! É possível fazer pizza em casa, sem grandes destruições na cozinha e o melhor… em menos de 30 minutos. O segredo está na preparação da massa com antecedência e guardá-la no freezer.

Escolha um dia em que você está tranquilo e tem tempo para o preparo e fermentação da massa. Prepare uma receita da massa de pizza. Você tem ela completa aqui: http://blog.vavokrieck.com/o-que-seria-mundo-sem-pizza/

Separe a massa em pequenas bolas, do tamanho de (ou um pouco maiores do que) uma bola de tênis. Coloque-as em saquinhos bem fechados e leve-as ao freezer.

Para descongelar, tire os saquinhos do freezer e deixe-os na geladeira por 12 horas. Mas, se estiver com pressa, coloque-os em uma bacia ou tigela com água morna.

Abra a massa com um rolo, polvilhando um pouco de farinha ou semolina sobre a superfície. Em seguida, coloque a massa em uma forma, e monte a pizza de sua preferência!

Essa Margherita que vocês estão vendo passou por esse processo, e ficou pronta em menos de 30 minutos!

Para ver o vídeo completo com o passo a passo, acesse:

Pesto e Suas Variações!

Ontem, lendo uma revista, vi uma coisa muito interessante:
Uma receita clássica que pode variar muito sem perder sua essência, adequando-se ao gosto de cada pessoa! O Pesto!

Na verdade, quando falamos em “Pesto”, pensamos na receita básica, feita com manjericão e pinholi que encontramos na maioria dos restaurantes.

O que não percebemos, são as inúmeras combinações e variações que ele permite.

Essa revista trazia uma sequência da escolha dos ingredientes para fazer seu Pesto de sua maneira, de acordo com o seu paladar.

Você vai ver que não é tão difícil assim.

Para você fazer seu Pesto, siga a sequência!

Escolha o tipo de noz que você quer: Pinholis – Amêndoas – Nozes – Castanhas de Cajú – Noz Pecan – Avelãs – Pistaches. Após escolhido, coloque 1/2 xícara delas em uma frigideira em fogo brando até que estejam levemente tostadas. Espere esfriar coloque no processador/liquidificador.

Escolha a base de seu Pesto: Manjericão – Rúcula – Salsinha – Coentro – Agrião – Espinafre – Couve (essa é nova para mim!). Adicione pelo menos 3 xícaras ao processador/liquidificador.

Escolha o tempero (até 3): Alho picado – Casca de Limão Siciliano Ralada – Pimenta Calabresa – Orégano Fresco Picado – Tomilho – Alecrim picado. Adicione de 1/2 a uma colher de sopa do tempero ao processador/liquidificador, com mais 1/2 colher de chá de sal. Pulse até obter uma pasta.

Escolha um queijo: Parmesão – Grana Padano – Pecorino – Ricota Defumada – Calcar. Adicione 1/2 xícara desse queijo ralado ao processador/liquidificador e pulse até todos os ingredientes estarem incorporados.

Com o processador/liquidificador ligado, adicione 1/2 xícara de azeite de oliva extra virgem, ou um pouco mais, até obter a consistência desejada.

Para finalizar, temos uma gama de ingredientes que podem ser adicionados ao Pesto: Queijo Marcarpone – Tomates Secos Picados – Azeitonas Picadas – Pimentôes Assados – Ricota Temperada.Transfira o Pesto para uma tigela pequena, e adicione de 1/4 a 1/2 xícara de qualquer um desses ingredientes.

Viu como é fácil? Desmistificamos o Pesto!
Ele pode ser usado em massas, frango, camarão, bruschettas e uma infinidade de pratos.

Agora é testar e ver como fica!

Ah, essa quantidade de Pesto, dá suficiente para um pacote de 500 gramas de massa.

Depois me contem como fizeram e como ficou!

Abração e até a próxima!